Questões raciais no cinema do Sesc Pinheiros

Por em março 30, 2017


Sesc Pinheiros está com programação cinematográfica e artes visuais destinada a questões raciais. Os filmes Febre da Selva (Jungle Fever) e o filme biográfico do líder afro-americano Malcolm X serão exibidos na sede de Pinheiros, respectivamente, nos dias 04 (terça) e 11 (domingo) do mês que vem, às 19h. Ainda no mesmo tema, a exposição “Todo Poder ao Povo! Emory Douglas e os Panteras Negras” estará no Sesc Pinheiros até dia 4 de Junho.

 Sinopses

febre-d-selvaFebre da Selva (Jungle Fever)

O filme conta a história de um jovem arquiteto bem sucedido e negro que ao assumir um romance extra conjugal com sua secretária de origem italiana, enfrenta uma barreira construída pelo preconceito. Quando as famílias dos dois descobrem, a barreira racial entre eles fica clara, e o caso se transforma em uma disputa entre os membros das famílias.

Local: Auditório (3º andar)

Com: Wesley Snipes, Annabella Sciorra, Ossie Davis.

(EUA, 1991, 120 min. Colorido. Drama. Romance. Projeção Digital. Direção: Spike Lee) .

malconxMalcolm X

Cine biografia do líder afro-americano Malcolm X que com sua mensagem política sobre as relações raciais abalou a consciência política daquele país.

Local: Auditório (3º andar)

Com: Nelson Mandela, Denzel Washington, Albert Hall

(EUA, 1992, 202 min. Colorido. Biografia. Drama. Projeção Digital. Direção: Spike Lee).

“Todo Poder ao Povo! Emory Douglas e os Panteras Negras”

Com curadoria do coletivo colombiano La Silueta, apresenta um conjunto de obras criadas pelo artista Emory Douglas, no período em que era diretor artístico, designer e ilustrador do periódico The Black Panther, e assumia o título de Ministro da Cultura do Partido dos Panteras Negras.

Local: Espaço expositivo (2º andar)

panterasQuem foram os Pantaras Negras

O partido dos Panteras Negras foi uma importante organização política extraparlamentar americana, fundada em 1966 e dissolvida em 1982, na cidade de Oakland, Califórnia. Seus integrantes foram idealizadores de manifestos ideológicos com reivindicações sociais, econômicas e políticas para a comunidade afroamericana nos Estados Unidos.

Emory Douglas foi responsável em grande parte pela concepção estética e publicitária do movimento, criando inclusive a máxima do partido “Todo poder ao povo!”. Em meio a essas reivindicações sua arte gráfica contribuiu para a construção de imagens ícones com temas sociais e políticos que transcendem fronteiras, apresentando um trabalho expressivo, que mistura um desenho denso com as possibilidades limitadas de reprodução da imagem a que tinha acesso.

Para mais informações sobre esses e outros eventos, acesse a página da unidade.

Fonte: Portal Sesc

Redação
Redação
View all posts by Redação
Redaçãos website

Deixe seu comentário