Por desinteresse do eleitor, Cotia não terá voto biométrico nas próximas eleições

Por em maio 22, 2017


O voto do eleitor de Cotia nas eleições de 2018 para presidente, governador, senador e deputados ainda será feito pelo modelo atual, com a identificação apenas pela apresentação de RG sem a necessidade do título de eleitor.

O motivo é a baixa adesão ao sistema biométrico, onde o eleitor tem de ir ao Cartório Eleitoral gravar suas digitais nos computadores do TRE – Tribunal de Regional Eleitoral, e assim, passar usar a impressão digital como identificação na hora do voto. O processo iniciado já em várias cidades do país é considerado atualmente a maneira mais segura para evitar fraudes na eleições.

A esperança dos dois cartórios da cidade é que nas próximas eleições municipais, em 2020, a votação seja feita pelo novo critério. Pra isso, a Justiça Eleitoral lançou recentemente uma campanha de conscientização, por meio de faixas, para que o eleitor procure o cartório a que pertence e faça a atualização.

Em Cotia são duas Zona Eleitorais, a 286ª que atende as regiões do Atalaia até Caucaia do Alto, localizada na Av. Prof. Joaquim Barreto, 710 – Granja Carolina (subida do Atalaia), e a 227ª na Rua Jorge Caixe, 306 –, Jardim Nomura (antiga Pro Cotia) que atende os outros bairros da cidade.

Nas duas zonas eleitorais o comparecimento até agora não chega a 10% dos eleitores. Por este motivo já abriram mão de conseguir os 100% de cadastramento até 2018, devido à ‘falta de interesse’ da população.

Eleitor de Cotia não demonstrou interessa pela biometria

Eleitor de Cotia não demonstrou interessa pela biometria

Atualmente, apenas cerca de 40 pessoas por dia, em cada cartório, buscam a atualização. Tanto um como o outro tem capacidade de atender no mínimo 80 pessoas diariamente. Ambos funcionam das 12 às 18h, de segunda às sextas-feiras.

Para participar do novo sistema o eleitor deve comparecer munido de comprovante de endereço, pode ser conta de energia, telefone, um simples boleto ou correspondência bancária. Em caso de residência em casa de terceiro é necessário a declaração com firma reconhecida. Além disso, é obrigado a apresentar o RG ou outro documento com foto, exemplo, carteira de motorista.

A nova fotografia para o cadastrado é tirada na hora, diretamente no computador da Justiça Eleitoral, sem custo.

O processo é rápido.

Segundo funcionários do cartório, provavelmente haverá um chamamento de obrigatoriedade se a adesão permanecer com o atual baixo índice de adesão.

Agende seu atendimento AQUI

Redação
Redação
View all posts by Redação
Redaçãos website

Deixe seu comentário