• Aumenta casos de câncer de mama em Cotia. Subiu de 9 para 13 mulheres no último ano  

    Por em outubro 11, 2017


    A mastologista da rede básica de saúde de Cotia, Dra. Adriana Macedo atribui esse aumento de casos diagnosticados graças ao acesso à informação e o interesse das mulheres em cuidar da saúde 

    Em 2016, 9 mulheres foram diagnosticadas com câncer de mama em Cotia, pela Clínica da Mulher. Neste ano já são 13 mulheres, e o ano ainda nem acabou. Na rede municipal de saúde a mastologista Adriana Macedo atende na Clínica da Mulher cerca de 150 consultas por mês, encaminhadas pelas unidades básicas de saúde entre retorno e casos novos.

    Na opinião da Dra. Adriana, o acesso a informação ajudou as mulheres a irem atrás de atendimento ao sentir uma mudança ou um incomodo nas mamas. Principalmente em Outubro, mês em que o assunto do câncer de mama é massificado, a prevenção realmente chama atenção. “Senti esse ano um acréscimo de pacientes que tinham convênio médico e hoje não tem mais. Essas mulheres são mais informadas e normalmente fazem os exames com maior frequência, então elas já chegam pedindo ressonância ou outro exame específico”.

    Mesmo com o aumento de procura, teoricamente expressivo, o número ainda está muito abaixo da capacidade de atendimento mensal da mastologista. Um reflexo, na opinião médica ainda da falta de consciência de muitas mulheres mesmo com o alto índice de propaganda e campanhas educativas.

    Na opinião de especialistas, praticamente todas as mulheres tem acesso à informação, pois o tema é recorrentemente tratado em programas populares com indicações do perigo e da prevenção. O que acontece é a existência ainda de “receio e vergonha” por parte de uma grande parcela de mulheres em buscar a prevenção e com isso ficam fora do tratamento precoce.

    De acordo com uma pesquisa da Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer, Órgão da Organização Mundial da Saúde, aponta que 1 a cada 4 tipos de câncer que afetam as mulheres, é câncer de mama. Em todo o mundo, o câncer de mama é o tipo de câncer que mais mata mulheres.

    É o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do de pele não melanoma, respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença.

    Em Cotia, os casos diagnosticados são encaminhados para tratamento na Rede Hebe Camargo – CROSS.

    WhatsApp Image 2017-10-11 at 13.07.56

    Foto: Divulgação/Clínica da Mulher

    Os cuidados indicados pela mastologista Adriana Macedo

    O ideal é que o autoexame seja feito desde a adolescência, em casa mesmo, com um dos braços dobrados com a mão na cabeça e o outro apalpando o seio.

    A mastologista alerta ao dizer que o câncer de mama é indolor, por isso, tantas vezes diagnosticado em fase avançada.

    Quando perguntada sobre a mensagem que deixaria para as mulheres cotianas, diz: “o caminho é a prevenção. Tudo que você previne e trata no início é mais simples e fácil. Tudo que a gente espera vai ficando mais difícil, os recursos são mais complexos e as chances de cura cada vez menores”.

     

    Redação
    Redação
    View all posts by Redação
    Redaçãos website

    Deixe seu comentário